521933-Lollapalooza-Brasil-2013-atrações-confirmadas-preços-2

Guia #Lollapaloozabr13: Primeiro dia!

Faltando menos de uma semana para um dos maiores festivais que rolam em território nacional nesse ano, você já sabe quais são os shows IMPERDÍVEIS do Lollapalooza 2013?

Não? Então esse post é para você meu caro! Sim? Quem garante que você marcou todas essas bandinhas no seu line-up dos sonhos? Então se você não conhece alguma das bandas vem com a gente, que ficar bebendo cerveja no flirt fatal com música boa é melhor do que sem nenhuma música oh yeaaah!

E para deixar tudo mais fácil ainda deixamos tudo em ordem cronológica para você não dar bobeira e curtir o festival mais incrível desse semestre❤

Começando com o dia 29 de março, sexta-feira de feriado, coelhinho da páscoa and rock and roll! (e ok, um eletro bem bem bem do maneiro)

The Temper Trap – 4h15

Palco Cidade Jardim

Começando o Lolla com uma das bandinhas indie que você tem que ver, o show dos australianos do Temper Trap tem tudo para ser imperdível. Se você curte The XX, We Are Scientists, Band of Horses Florence and The Machine, com certeza vai curtir as baladinhas do quarteto, que fez sucesso com a faixa “Sweet Disposition” de seu álbum de estreia Conditions (2009).

O grupo deve tocar mais faixas de seu segundo álbum, The Temper Trap, que segue a mesma linha de baladinhas bonitas e electro-indie do primeiro disco, e tem bons clipes como o de “Love Lost”, “Trembling Hands” e “Need Your Love

.

Cake – 5h15

Palco Butantã

O que dizer dos caras que criaram ESSA MÚSICA?

Sim, você pode achar que eles são one hit wonders, mas a verdade é que essa banda de rock alternativo californiana já possui seis (!) álbuns de estúdio e está no rolê desde 1991. E bom, mesmo com sua pegada mais country e influências que vão desde Folk Music Iraniana, Sly and The Family Stone, até (pasmem) Tom Zé,  eles também já lançaram uma cover incrível (e altamente improvável) de “I Will Survive” da Gloria Gaynor, que mostra que a banda merece sua visita nesse show!

Com essa sonoridade única e algumas passagens pelo Brasil, vale conferir nem que seja só para cantar “Never There” todinha junto com os caras. Mas se você curtiu, fica a dica do single de seu álbum mais recente, Showroom of Compassion (2011).

.

The Flaming Lips – 6h30

Cidade Jardim

A banda já foi eleita uma das 50 bandas que você não pode morrer sem ver. Sabe por que? Pra começar o rock alternativo/experimental/doidão com motivos espaciais dos caras já é imperdível (e esse álbum abaixo pode confirmar isso):

Aí chega o vocalista deles, Wayne Coyne, um dos maiores doidões do rock, que curte entrar em uma bolha de plástico gigante e ir pro meio da galera, pessoas vestidas de pelúcia no palco e muito mais coisas inesperadas pode se esperar desses caras que já detonaram tudo no Claro Que É Rock de 2005, e não devem fazer diferente esse ano.

Afinal o primeiro single de sucesso deles foi “She Don’t Use Jelly” (Ela Não Usa Geleia).

Me recuso a falar mais. Assista, ou dê esse mole aí colega!

.

Deadmau5 – 8h

Butantã

É desses que acha que eletrônico devia ficar só em Ibiza e em baladas de boy/paty que o mundo estava melhor? Que ledo engano meu caro! Afinal, o primeiro show brasileiro do dj Deadmau5 (pronuncia-se Deadmouse) vai ser imperdível!

E não é só por ele ser o dj #5 do mundo de acordo com a revista Dj Mag, mas com seu electro house ele já conquistou fans do quilate de Dave Grohl, do Foo Fighters, que fez questão de dividir o palco com o cara no último Grammy, em uma versão nada básica de Rope+Raise Your Weapon, um dos grandes sucessos de mau5.

Isso sem falar das máscaras personalizadas absurdas que Joel Zimmerman, o nome verdadeiro do cara por trás do rato, faz questão de usar em seus shows. De versões feitas com led animado, totalmente prateadas, feitas de swarovski, o cara é o equivalente de Lady Gaga em questão de estilo e chamar a atenção na música eletrônica. (e nem precisa mostrar a cara para fazer isso!)

.

The Killers – 9h30

Cidade Jardim

Para fechar o primeiro dia com chave de ouro indie, lá vem o The Killers nos visitar de novo, e dessa vez com a turnê de Battle Born (2012), o quarto disco da banda de maior sucesso de Las Vegas, Nevada.

Apesar de achar que a banda decaiu muito com seus últimos trabalhos, já que nenhum conseguiu chegar perto da genialidade do debut Hot Fuss (2004), o show ainda emociona os fãs de longa data, afinal Mr. Brightside, Somebody Told Me, When You Were Young e Read My Mind vão continuar sendo incríveis ao vivo, não importa quanto tempo passe.

.

Muito rocknroll e diversão e dorogas (?) galere!

Nos vemos lá!

xoxo

Chloe

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s