lollapalooza-2014

Guia #Lollapaloozabr14: Primeiro dia

Ano novo, festivais novos! Por mais críticas que o Lollapalooza 2014 esteja enfrentando (da localização no fim do mundo, passando pela mudança da cerveja servida por lá até a PIOR IDEIA DO UNIVERSO de colocar Arcade Fire e New Order no mesmo horário…), o festival conseguiu reunir um line-up para arrebatar corações indies, e até alguns roqueiros se mostraram mais dispostos a se meter na empreitada com nomes como Muse, Nine Inch Nails e Soundgarden fortalecendo o lado mais rock do festival. (e vai lá, eles tentaram compensar tantas falhas pelo menos acertando no quesito comida, que ficou um espetáculo a parte como você pode ver aqui)

Mas vamos ao que importa: O que realmente vale a pena nesse festival em que supostamente nada vale a pena?

Para ler ouvindo a playlist do dia 1, clique aqui!

 

> CAPITAL CITIES (Palco Skol – 14h)

capital

Coisa de moderninho safado. E desde quando isso não é bom?

Pra quem tem disposição de chegar antes das 14h no Sambódromo (missão difícil de concluir), vale a pena também dar uma olhada nas atrações brazucas Vespas Mandarinas (palco Skol – 12h20) e o SILVA (palco Onix – 13h10), porém caso seja impossível, vale a pena chegar para ver a primeira apresentação no país do duo Capital Cities. A banda foi formada em 2008 por Ryan Merchant e Sebu Simonian, que se conheceram em uma página de classificados de jornal. E já em 2011 lançaram o EP com o mega hit “Safe and Sound”, que também aparece no debut dos caras, “In a Tidal Wave of Mystery” (2013). O som é bem pop, mas igualmente bem trabalhadinho com sintetizadores e uma sonoridade bem indie. Da invasão indie que costuma ser o festival, é de longe uma banda muito acima da média e tudo indica que o show será imperdível.

>>> Para conhecer mais, escute: Safe and Sound“, “Kangaroo Court” (que está na playlist), “Patience Gets Us Nowhere Fast” & “I Sold My Bed, But Not My Stereo

 

> CAGE THE ELEPHANT (Palco Onix – 15h05)

cage

Cage The Elephant e seu retorno ao Lollapalooza!

Fazendo a alegria dos fãs brasileiros, o quinteto americano volta para mais uma edição do festival para tocar as novidades de seu álbum “Melaphobia”(2013), que inclusive conta com o hit “Come a Little Closer”, que foi composta por Matt Shultz depois de observar as favelas em São Paulo e se lembrar de sua infância pobre nos EUA. Fica a esperança de mais um stage dive do vocalista, que incendiou a plateia em sua última passagem por aqui

>>> Para conhecer mais, escute: Come a Little Closer” (que está na playlist), “Shake Me Down“, “In One Ear” & “Back Against The Wall

 

JULIAN CASABLANCAS + THE VOIDZ (Palco Skol – 16h10)

julian

O pai do indie vem dar sua benção no festival lotado de sons novos!

Fã que é fã de indie já sabe que o Julianinho é rei. O vocalista do Strokes vem com seu projeto solo, dessa vez acompanhado da banda The Voidz, e cheio de sons novos, já que seu álbum está para sair em breve e com uma sonoridade bem mais oitentista e dark do que seu primeiro debut solo, “Phrazes For The Young” (2009). Logo tem que ver. Especialmente por que ele não perde a oportunidade de cantar hits dos Strokes em seu show, e bom o cara é um charme à parte😉

>>> Para conhecer mais, escute: 11th Dimension” (que está na playlist), “Out of the Blue“, “Ludlow Street” & “Left & Right In The Dark” – apesar que o set dele contará com MUITOS sons novos e diferentes!

 

> PORTUGAL. THE MAN (Palco Interlagos – 17h)

portugal

Indie com sonoridade diferentona. Porém imperdível.

Em festival indie não podia faltar aquela banda sou-indie-e-cool-demais-e-só-eu-conheço. Pois bem, aqui está ela. Enquanto muitos estarão dançando ao som de “Radioactive” do Imagine Dragons, o grupo do Alaska fará um belíssimo show só pra quem sabe. A banda inventou esse nome peculiar para representar uma entidade mítica que seria maior que a banda, e bom, geralmente as pessoas costumam realmente lembrar mais do nome dos caras do que das músicas, mas sério, vale MUITO a pena a visita, especialmente por ser a primeira visita dos caras por aqui – com seu belo álbum “Evil Friends” (2013). Sem contar ver show de banda relativamente desconhecida por aqui ainda vale algo, por mais indie que seja!

>>> Para conhecer mais, escute: Purple, Yellow, Red and Blue” (que está na playlist), “Creep In A T-Shirt“, “So American” & “Modern Jesus” – e ainda dá pra sair e ver o final do Imagine Dragons no palco Onix!

.

> PHOENIX (Palco Skol – 18h35)

Os franceses continuam puro encanto em sua terceira passagem pelo país!

Os franceses continuam puro encanto em sua terceira passagem pelo país!

O show do Phoenix é sempre lindo por conta dos excelentes álbuns que os caras fizeram. Até Bankrupt (leia a resenha aqui), um álbum medíocre até dizer chega. Pra não dizer 100% medíocre, duas músicas são bem legaizinhas até – “Trying To Be Cool” & “Entertainment”, mas isso não desmerece nem de longe o belo show que eles fazem e como costumam levantar a plateia em festivais (vide Planeta Terra 2010), já que o álbum Wolfgang Amadeus Phoenix (2009) é simplesmente demais – e todo mundo ouviu até dizer chega. Não tem como perder esses franceses!

>>> Para conhecer mais, escute: If I Ever Feel Better“, “Trying To Be Cool” (que está na playlist), “Too Young“, “Lisztomania” & “1901

 

E aí vem os headliners #AgoraAPorraFicouSéria

 

> NINE INCH NAILS (Palco Onix – 19h55)

Matando a saudade deixada desde 2005, com um setlist destruidor!

Matando a saudade deixada desde 2005, com um setlist destruidor!

Trent Reznor (2o da esq. para dir.), o tiozão gatão, nome mais irado do rock e gênio do mal por trás do Nine Inch Nails – afinal a banda troca de músicos com uma frequência bem razoável, já que a maior parte da composição e produção vem do próprio Reznor – volta com um show que certamente será top 3 no festival desse ano. Não é o tipo de som que todo mundo curte? Não é. É industrial, dark porém sexy, e realmente muito interessante, já que toda escuridão da banda é manifestada em seus clipes (o NIN aparece duas vezes na minha lista de clipes mais polêmicos ever) e bom, até na produção de seus álbuns. Um grande exemplo é o da gravação de “The Downward Spiral” (1994), tido como um dos melhores álbuns do grupo, ele foi inteiro gravado na casa onde o clã de Charles Manson assassinou a atriz Sharon Tate, grávida de quase 9 meses, além de outras quatro pessoas. Sinistro? Sim. Porém tem também uma bela parcela de genialidade aí.

>>> Para conhecer mais, escute: Closer” (que está na playlist), “The Hand That Feeds“, “Only“, “Copy Of A“, “Come Back Haunted” & “Hurt” – que recebeu uma cover mais que digníssima de ninguém menos que Johnny Cash

 

> MUSE (Palco Skol – 21h30)

Pode ser de chocolate ou maracujá, não importa. Musse é <3

Pode ser de chocolate ou maracujá, não importa. Musse é❤

Difícil, sinceramente, é tentar explicar como Muse é uma banda excelente. Pra quem perdeu o espetáculo que eles lançaram no Rock In Rio em setembro de 2013, o trio britânico é um dos únicos power-trios em atividade no rock. O vocalista deles, Matthew Bellamy (no centro), aprendeu a tocar todos os instrumentos de uma orquestra para escrever uma sinfonia para seu álbum “The Resistance” (2009), e não bastando, toca piano, guitarra, compõe e canta que nem um fdp. E seus bandmates também não ficam atrás, fazendo do Muse um dos melhores shows de rock da atualidade (tanto pelos cenários, como pelos instrumentos e well, pelo som absurdo). Acredite se quiser a banda já tem 20 anos de estrada, e escolheu o LollaBR para ser o único a receber show deles. Imperdível é pouco, difícil será alguém bater os caras, que tocam hoje para 2.500 pessoas no Gran Metropole em São Paulo. (E serão apenas o 5o e 6o shows deles que vou hehe)

>>> Para conhecer mais, escute: (é que nem escolher entre filhos, mas vamos lá) “Hysteria“, “Supermassive Black Hole“, “Time Is Running Out“, “Plug In Baby“, “Madness“, “Panic Station” (que está na playlist), “Supremacy” & “Knights of Cydonia

 

Para ter mais infos sobre o festival, clique aqui

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s