linda

#RockStory: O álbum que levou quase 50 anos para ficar pronto

Ser fã de bandas clássicas pode ser um martírio quando se trata de lançamento de álbums de inéditas. O processo de reunião da banda e composição costuma levar mais de uma década, isso quando ele realmente acontece (O caso mais atual é a reunião do Pink Floyd – sem Roger Waters – que depois de um hiato de 21 anos, resolveu lançar um álbum de inéditas em outubro). Mas que caso poderia ilustrar melhor a espera por um álbum que parece que não sai nunca foi o “Chinese Democracy” do Guns’n’Roses, que levou quase 10 anos para finalmente aparecer no mercado, somente para a decepção de quase todos os seus fãs.

Linda Perhacs em busca de uma entrada no Guiness Book

Porém, foi Linda Perhacs, a quase desconhecida cantora de folk-psicodélico de 70 anos que conseguiu quebrar todos os paralelos em questão de demora em lançamentos: se passaram impressionantes 44 ANOS entre seu primeiro álbum “Parallellograms” (1970) e o seu segundo, “The Soul of All Natural Things” (2014).

Sua peculiar carreira musical começou no mesmo lugar onde Linda trabalha até hoje: no consultório do dentista. Higienista bucal formada, a cantora atendeu Leonard Rosenman, um produtor musical vencedor do Oscar e do Emmy. O que começou com uma consulta se tornou uma relação essencial para o primeiro álbum da cantora, já que Rosenman se encantou com suas letras bucólicas sobre amor e outros sentimentos mais profundos e acabou apresentando-a para os seus contatos na Universal Music, onde produziu o seu álbum “Parallelograms”.

Porém nem tudo são flores nessa vida, e Linda particularmente odiou o resultado final da prensagem das canções no vinil, que soava como madeira oca. O álbum tinha tudo para cair no limbo dos vinis que nunca chegaram a ver a luz do dia, não fossem os hipsters espertos que redescobriram seu som nos anos 90/00.

Primeiramente Mikael Åkerfeldt, vocalista da banda de metal-progressivo sueco Opeth, lançou uma cover da faixa-tema do debut de Perhacs. Mas não foi suficiente. Absolutamente encantado, ele conseguiu os direitos para lançar “Parallellograms” pelo seu selo sueco no final dos anos 90. O álbum começou a sair da sua obscuridade e virou hype entre hipsters barbudos americanos, como Devendra Banhart e Sufjan Stevens, além de ser remixado pelo também über-hype-dj-britânico-dos-moderninhos-tudo Four Tet, que colocou a faixa em sua coletânea “LateNightTales” (2012). Banhart foi o responsável pela volta de Linda a música, já que ela participou de seu álbum “Smokey Rolls Down Thunder Canyon” (2007) e fez sua primeira performance ao vivo em 2010, também com o cantor.

Quatro anos depois, finalmente seria lançada a sua obra-prima do folk bucólico paz-e-amor, “The Soul of All Natural Things”, pelo selo do próprio Banhart, o “Ashtmatic Kitty”. Com a participação – e aquela ajudinha para organizar as ideias – de Julia Holter, Banhart, and Ramona Gonzalez of Nite Jewel, o álbum parece uma mescla de desejo extremo de fuga para o campo, misturado com sons feitos no fundo de um aquário e belas baladas sobre amor e sentimentos mais nobres. Os vocais de Linda se mantém completamente intocados mesmo com o passar dos anos, e digamos que a vovó poderia até ser uma versão terceira idade da Lana Del Rey, porém não tão triste. Por demorar 44 anos para ficar pronto, algumas pessoas podem até ter esperado demais desse álbum folk-psicodélico, com destaque para as excelentes faixas “Intensity”, “Immunity” e “Freely”, mas se você busca canções calmas para fugir da vida, esse com certeza é o som que você deveria ouvir. Afinal, de acordo com a própria Linda, “Eu quero que o mundo seja curado, então quando eu escrevo música, eu vou dar ódio para as pessoas? Eu vou dar algo que seja tão dissonante e irritante que faça as pessoas desligarem o som? Não. Eu vou querer mandar amor e ajudá-los”. E viva o esquema paz-e-amor, bicho!❤

Linda Perhacs – “The Soul of All Natural Things” (2014)
8/10

xoxo
Chloe

Um comentário sobre “#RockStory: O álbum que levou quase 50 anos para ficar pronto

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s